Ecomuseu de Barroso – Centro Interpretativo das Minas da Borralha

A consciência da necessidade de salvaguardar um vasto património industrial e mineiro, nas suas múltiplas vertentes, levou o Município de Montalegre e o Ecomuseu de Barroso a delinear um projeto, capaz de assumir a responsabilidade de definir uma estratégia de desenvolvimento

local. Assim nasceu, em 2015, o Ecomuseu de Barroso – Centro Interpretativo das Minas da Borralha que tem como objetivo apoiar a visita às diversas infraestruturas criadas durante o funcionamento das minas de extração de volfrâmio (1902-1986). Salienta-se o Grupo D (zona de receção), a Fundição, a Casa dos Compressores e o Arquivo, edifícios recentemente musealizados e onde se encontra o espólio documental e geológico.

A existência destas minas, ex-líbris do Património Industrial e Mineiro, constituiu uma enorme riqueza geológica/litológica. A mineralização do Couto Mineiro da Borralha ocorre em filões que podem ser agrupados em dois tipos principais: I) filões de quartzo com mineralização de volframite, scheelite e sulfuretos; e II) filões aplitopegmatitos mineralizados com cassiterite. Os dois percursos pedestres, atualmente já sinalizados, dão a conhecer todo o couto mineiro.

 

Representante

Município de Montalegre

Telefone: ++351 276 510 200

Morada:  Borralha, Montalegre

Website: http://www.cm-montalegre.pt

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies